Minha história com GNU/Linux (Parte 1/4)

em

Recentemente comecei procurar por novas distribuições, para testar e conhecer algo além do universo Ubuntu. Estou olhando o gNewSense e o Parábola (este último só olhando mesmo, rs), e nisto perguntei-me como tudo começou.

Era a primeira fase do Ensino Médio (2007), lembro bem, o fascínio de estudar em uma escola pública com Laboratório de Informática era enorme. Antes mesmo de usá-lo, a fama já o difamava: “lá é Linux”. Mas isso não me desanimou, pelo contrário, fiquei curioso.

No primeiro contato, em meio as caras franzidas de meus colegas, contava com a compreensão do relógio para que a aula de Informática não passasse. Era muito legal, tudo me fascinava: os menus, os ícones, as janelas, os softwares, as áreas de trabalho (ainda amor um contemporâneo), enfim o diferente era o legal.

O sistema era o Fedora 6, eu acho, com o ambiente GNOME. Perguntava-me: “Como podem virem tantos softwares se no Windows não vem nada?”; “Como pode ser tão leve?”; “Raios, como pode ser gratuito?”. De fato não poderia compreender, pois nem sabia eu o que era Software Livre. Mas tudo não iria muito longe…

Foto: LaserGuided

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *